7.5.06

Dia da Mãe

Photobucket - Video and Image Hosting

Poema à Mãe

No mais fundo de ti
Eu sei que te traí, mãe.

Tudo porque já não sou
O menino adormecido
No fundo dos teus olhos.

Tudo porque ignoras
Que há leitos onde o frio não se demora
E noites rumorosas de águas matinais.

Por isso, às vezes, as palavras que te digo
São duras, mãe,
E o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas
Que apertava junto ao coração
No retrato da moldura.

Se soubesses como ainda amo as rosas,
Talvez não enchesses as horas de pesadelos.

Mas tu esqueceste muita coisa;
Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
Que todo o meu corpo cresceu,
E até o meu coração
Ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me? -
Às vezes ainda sou o menino
Que adormeceu nos teus olhos;

Ainda aperto contra o coração
Rosas tão brancas
Como as que tens na moldura;

Ainda oiço a tua voz:
Era uma vez uma princesa
No meio do laranjal...

Mas - tu sabes - a noite é enorme,
E todo o meu corpo cresceu.
Eu saí da moldura,
Dei às aves os meus olhos a beber.

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo as rosas.

Boa noite. Eu vou com as aves.



(Eugénio de Andrade)

3 Pensamentos:

Blogger pandora pensou...

Há muitos anos também eu escrevi este poema e com muito carinho o enviei à minha Mãe. Não podes negar como somos parecidas, és sangue do meu sangue e carne da minha carne, quer queiras quer não. A carga genética é por demais evidente, ehehe!

É inevitável crescer, deixar as rosas e partir com as aves... faz parte do percurso da vida. Os filhos não são nossos, são da vida e apenas nos são entregues para criar, proteger e amar até que a morte nos leve. E sempre tive consciência de que à vida e ao mundo terei de os devolver. Por isso não foi aí que me traíste.

Vai onde te leva o coração...

E que nunca deixes de ouvir a voz que recitava " o mostrengo que está no fim do mar, na noite de breu ergueu-se a voar, e à volta da nau voou tres vezes...", e que cantava "e é amar-te assim perdidamente, e é seres alma e sangue e vida em mim, e dizê-lo cantando a toda a gente"

Às vezes tenho pena de não te ter ensinado o valor dos números. Menos emoção e mais razão :/
Não saberia como, pois...

3:57 da manhã  
Anonymous Anónimo pensou...

Very best site. Keep working. Will return in the near future.
»

2:30 da tarde  
Anonymous Anónimo pensou...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

8:16 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home