1.10.05

Gasta

Image hosted by Photobucket.com

Gastei as minhas palavras contigo
Aquelas que o fogo das tuas paixões
Consumiu até ficarem reduzidas a cinzas

A minha esperança era uma ave
Que esvoaçou para bem longe de mim
No momento em que experimentei a tua frieza

Deixei de ser livre no dia em que te conheci
Tenho amarras a prender-me ao chão
Húmido e já bolorento das minhas lágrimas

Tenho uma ansiedade em mim
Que não acalma
Não durmo
Sufoco…

Tenho medo, muito medo
E surpreendo-me por perceber
Que ainda sofro por ti

Se ao menos tuas asas tivessem queimado
No momento em que cruzaste meu caminho

2 Pensamentos:

Anonymous Kiko pensou...

Bem,como já há muito tempo k aki não vinha deixar uma palavrinha,pensei(ou lembraste-me) de vir cá neste momento............e aki estou eu!
Para não variar,e sabes k é akilo k eu mais aprecio neste teu "cantinho",adorei a imagem escolhida,toda ela mostra a tamanha profundidade do teu pensamento e das palavras por ti aki deixadas.Encontra-se em perfeita harmonia com o texto produzido,complementando a imagem e o resultado finais.Não posso também deixar de dizer k este teu "Gasto" é um retrato mais do k fiel do teu estado de alma momentaneo,como de resto,toda a tua obra xcrita.Por muito k o negues,conheço-te bem demais para me iludir com negações como essas: "Gasto" é todo o teu sentimento transposto em palavras,e encontra-se fielmente descrito.
Por agora deixo-te com esta "pekena armadilha".mas prometo voltar para mais comentários verícos aki colocar(e até rimou,k coisa mais foleira,lol).
Beijossssssssssssssssssss enormessssssssssssss pa tu!

6:37 da tarde  
Blogger txitxa pensou...

bem.. n sei k te escrever pois n tou mt inspirada,concordo c o k o kiko diz, e mais uma vez os meus olhos ficaram em água mas tb agr ixu n é mt dificil de acontecer né... mas pronto é a vida... ta mt fixe o poema... beijuusss************

6:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home